mardi 18 avril 2017

Da morte

O pescador abria a barriga do peixe
E tirava as vísceras

Pedro o mirava
E,
naquele instante,
entendia o que era a morte.

Deste dia em diante,
Pedro nunca mais comeu peixe