lundi 3 août 2015

Muita escuridão aqui dentro

De longe a silhueta piscava
como a luz da sala
que conduzia
a bebedeira
quase besteira
de uma noite vazia

Os acordes me diziam
a história do que você pensava
e enquanto imaginava
lá vinha ela me contar
falando da sereia
(bem ela,  Iemanjá...)
"tem dó de ver o meu penar"

Sao esses os jogos
de fazer sentido
que brincamos solitários
nesse mundo,
mas era tudo tao escuro
que no fim de tudo
nem nos víamos.

Quase

Um fio
é a medida que separa
tudo

Ainda que eu ou você
nao vejamos
estamos sempre por
um fio

Amor en portuñol

Tenemos las manos,
Es todo.
Tu, las mias
Yo, las tuyas

Te adentro fondo
Los ojos castaños
Entregan te

Guardamos
À nosotros
En la misma caja negra
Del amor