mardi 7 juillet 2015

Desprotegida, ela disse.

Um olhar perdido
um rosto abatido

Elaborar
requer labor
ela labor ar

ela bor(r)ar

E la, bora?...


Nem sabemos bem
o motivo
ou como dissolver
essa tristeza.

Escuta

Escuta esse barulho,
é o vento gritando
empurrando contra a corrida
acordando o ouvido a noite
deixando inquiet'alma

O lobo espreita medroso
o mundo
pela fresta entre a floresta
e seu coração de lobo

A coragem mora
em algum lugar escondido
desse peito assustado

A vertigem nao te deixa
nos momentos difíceis

O vento é mais forte
nos dias de chuva
os olhos dele

O lobo
o coração
o esconderijo
o mundo