dimanche 31 juillet 2011

coração latino.

Na manhã de domingo,
ele,
voz rouca,
espanhol latino,

Sussurou em meus ouvidos:
- Querida, no dejes el mundo achicar tu alma...

mardi 26 juillet 2011

Reconheço.

Sob a tempestade,
sob frases não ditas,
e lembranças mal dormidas,

ouço a voz tranquila,
"meu amor".

Naquele instante,
meu coração
se deita,
fecha os olhos
e descansa,

pois reconhece
naquela mansidão
o que é o amor.

jeudi 21 juillet 2011

Não me diz silêncio

Silêncio é imensidão de não respostas,
são todas as possíveis coisas e não coisas desse mundo.

Não me diz silêncio, meu amor,
silêncio é muito pra mim.

mardi 12 juillet 2011

Corpo meu

Ele sempre volta,
em frequência fina,
Aguda de machucar,

Ou grave, forte,
Estrondo
ruído meu,

Ele sempre me mostra
em todos os seus sinais
que está,
é,
sou,
eu.

Ele que me diz
o que eu não sei dizer
o que deborda
nos limites do meu silêncio,

O que escapa
no desvio do olhar,
No balançar morno,

Ele me denuncia
Em todo pesar.