mercredi 31 mars 2010

Cordão umbilical

Devo 2 compilações de palavras (porque não sei o nome que elas merecem) à minha mãe, mas sempre que tento discorrer sobre elas, minhas linhas se dissolvem e o amor não deixa.

Meus sinceros bilhetes de amor se transformaram,
Meus sentimentos não cabem mais em folhas de papel,
Os origamis que um dia dobrei, não encontram simetria,
Me perco em seus formatos, não decifro seus signos,
No tempo presente,
Editei a simplicidade de dizer 'eu te amo'.

Lonjura

Quem é da cidade, se acostuma com o canto,
cabe mudo em multidão,
dorme e acorda sem faltar.

Já quem vem do mato não quer saber de beira
todo o canto desemboca numa curva
que cai nos braços de um outro.

Assim, se dão sonhos inevitavelmente diferentes.
Um pra ter saúde.
O outro pra rodar o mundo.

Distância

Hoje minh'alma debruçou-se,
calma e branda
seus cotovelos sobre minha janela,

Num prisma translúcido, sussurou
Delicadamente em meus ouvidos:
- Ando tão ausente de ti.